Carrinho

Seu carrinho de compras está vazio
Visite a loja

Facebook

Pagamento

Posts

Lugares

Suécia e Dinamarca Noruega, Kirkens

Humanismo

Papa diz que crise atual é mais de valores do que econômica e social

O papa Bento 16 afirmou nesta sexta-feira aos participantes da assembleia plenária do Pontifício Conselho para os Laicos que a crise atual é mais uma "crise de significado e de valores" do que "econômica e social".

Segundo o pontífice, "a mentalidade que vai se difundindo no nosso tempo, de renunciar a toda e qualquer referência ao transcendente, tem se revelado incapaz de compreender e de preservar o humano".

Continue lendo

Papa critica a submissão incondicional às leis do mercado

O papa Bento 16 alertou nesta sexta-feira para os riscos da passagem à "modernidade", entre eles, a "submissão incondicional às leis do mercado ou das finanças", no discurso que fez ao desembarcar, em Benin, durante a segunda viagem de seu pontificado à África.

"A modernidade não deve fazer medo, mas não pode ser construída sobre o esquecimento do passado", destacou, acrescentando que deve ser acompanhada da prudência para evitar seus perigos.

Ele citou, por exemplo, a submissão incondicional às leis do mercado e das finanças, o nacionalismo ou o tribalismo exacerbados e estéreis que podem se tornar mortíferos, tais como a politização extrema, as tensões religiosas em detrimento do bem comum e, enfim, o esgotamento dos valores humanos, culturais, éticos e religiosos", declarou.

Fonte: FOLHA.com – da France PRESS em Cotonou – 18/11/2011

Escritor defende que descrentes valorizem aspectos positivos de religiões

Deus não existe, é uma criação humana para atenuar nosso medo da morte.

Com essa certeza em mente, temos de olhar para as religiões e ver o que elas podem nos ensinar. Não com suas doutrinas, mas com as técnicas que utilizam para divulgar suas mensagens -muitas vezes com o uso das artes- e com o sentimento de comunidade que constroem.

Essa é a tese defendida em 274 páginas por Alain de Botton em seu novo livro, "Religião para Ateus", a ser lançado na quinta-feira pela editora Intrínseca.

Continue lendo

Sociedade está dominada por mentalidade não humana

O papa Bento 16 disse que a sociedade atual está contaminada por uma mentalidade que não é cristã "nem humana" por ser "dominada por interesses econômicos". A declaração foi dada neste domingo no mosteiro de Serra San Bruno no sul da Calábria. Depois de celebrar uma missa em Lamezia Terme, o sumo pontífice foi de helicóptero para o mosteiro. Lá, disse admirar o voto de silêncio do monastério, porque, segundo ele, ajuda a se aproximar de Deus.

Continue lendo

Papa vê papel da mídia na prostituição e abuso infantil

O papa Bento 16 acusou nesta sexta-feira a mídia e a indústria do entretenimento de prejudicarem a sociedade com retratos triviais da sexualidade, que ele disse serem parte da causa de males sociais como a prostituição e o abuso infantil.

O papa fez os comentários durante um discurso feito diante de bispos da Tailândia, que estavam, segundo ele, particularmente preocupados sobre o tráfico de mulheres e crianças, assim como a prostituição.

"Sem dúvida a pobreza é um fator que sustenta este fenômeno", disse o papa. "Mas há outro aspecto que deve ser reconhecido. Estou falando da banalização da sexualidade na mídia e na indústria do entretenimento, que abastece o declínio dos valores morais", disse.

Ele disse que o retrato que a mídia faz da sexualidade também leva à "degradação da mulher, ao enfraquecimento da fidelidade no casamento e também ao abuso de crianças".

Continue lendo

Papa diz que progresso sem discernimento leva homem “ao abismo”

Bento 16 oficiou nesta quinta-feira na Basílica romana de São João de Latrão a missa da festividade do Corpus Christi, na qual disse que a "revolução cristã" é "a mais profunda" da história humana e que o progresso sem discernimento "leva o homem ao abismo".

O papa, em uma homilia na qual perante milhares de fiéis explicou o significado desta solenidade, afirmou que a Eucaristia é o "sacramento de Deus, que não abandona o homem no caminho, mas fica a seu lado e lhe indica a direção".

"Não basta ir em frente, é necessário ver para onde se vai. Não basta o progresso se não existem pontos de referência. Se se corre fora da estrada, pode-se cair em um precipício ou afastar-se mais rapidamente da meta. Deus nos criou livres, mas não nos deixou sós", afirmou.

Continue lendo

Papa diz que Ocidente despreza Deus e pede respeito a religiões

O papa Bento 16 afirmou neste sábado em Munique que o Ocidente se acostumou a desprezar Deus e a considerar que fazer isto é um direito de liberdade, mas que este tipo de tolerância não é a que os povos desejam, "já que tolerância significa respeitar aquilo que é sagrado para os outros".

O papa afirmou também que os povos africanos e asiáticos não consideram o cristianismo uma ameaça a suas identidades. Segundo Bento 16, estes povos se sentem intimidados pelo pensamento ocidental ateu, que tenta se impor a estas culturas.

Joseph Ratzinger fez estas declarações diante de cerca de 200 mil pessoas que, em uma manhã ensolarada, assistiram nos arredores de Munique à sua primeira missa como papa na cidade onde foi arcebispo e cardeal de 1977 até 1981, quando foi chamado a Roma por João Paulo 2º para se encarregar do ex-Santo Ofício.

Continue lendo