Carrinho

Seu carrinho de compras está vazio
Visite a loja

Facebook

Pagamento

Posts

Lugares

Suécia e Dinamarca Pedra Azul - ES - Brasil

Notícias

Mudanças no exército chinês

O Exército de Libertação Popular (ELP) chinês, o maior do mundo em número de soldados, proibiu que licores e banquetes de alto luxo sejam oferecidos em reuniões de altos oficiais, em uma tentativa de transmitir uma imagem de austeridade, informou neste sábado a imprensa oficial. A Comissão Militar Central, presidida pelo novo líder do Partido Comunista (PCCh), Xi Jinping, desde 15 de novembro, também proibiu em eventos militares tapetes vermelhos, arranjos florais, apresentações de artistas e entrega de souvenires, entre outras medidas.

Congresso confirma o novo líder da China

Da BBC/Brasil, publicado no portal TERRA; 15/11/2011

O Congresso do Partido Comunista da China chegou ao seu ápice nesta quinta-feira915.11.2012) sem surpresas. O até agora vice-presidente do país, Xi Jinping, foi confirmado como chefe do partido e próximo presidente chinês. Xi Jinping substituirá o atual líder, Hu Jintao, que deixará seu cargo como chefe do partido neste ano e a Presidência em 2013 – e será encarregado de conduzir o país mais populoso e a segunda maior economia do mundo. Continue lendo

Novo inimigo dos EUA (entrevista com Paul Craig Roberts)

Republicano, economista e autor da famosa “Reaganomia”, Paul Craig Roberts  não tem medo de criticar Washington. Em uma entrevista exclusiva para o “Pravda.Ru” abordou diferentes problemas políticos e económicos. Julga que a luta contra o terrorismo internacional já não é uma tendência dos EUA. Passaram a buscar inimigos entre os seus cidadãos, até teriam criado os campos especiais de concentração.

Sr. Roberts, comecemos a nossa conversa com uma pergunta sobre a política externa dos EUA que é extremamente agressiva. Sobre isso o Sr. tem afirmado repetidamente. Uma vez  escreveu que Washington estava determinado a obter  guerra em três frentes: no Oriente Médio ou seja na  Síria, Líbano, Irã, no Extremo Oriente — China e na Europa ou seja na Rússia. Os EUA têm finanças para todas estas operações militares?

Estados Unidos é um falido. No entanto, o dólar americano continua a moeda de reserva do mundo. Significa que os EUA podem imprimir dinheiro para pagar suas contas e lutar em guerras em todo o mundo. Isto é, até que o mundo aceite o dólar como moeda de reserva mundial, o governo dos EUA não se deve preocupar.

Síria. Toda a verdade

Carta do Vice Primeiro Ministro das Relações Exteriores e Expatriados da República Árabe da Síria, Walid Al Moallem, a Kofi Anan, Enviado Especial das Nações Unidas. Toda a verdade de uma fonte fidedigna. Vemos claramente quem ou o quê está por trás dos terroristas sírios,destabilizando o governo.

Senhor Kofi Anan

Enviado Especial das Nações Unidas

Lí Vossa carta, datada em 13/07/2012, dirigida ao Secretário Geral das Nações Unidas, na qual Vossa Senhoria faz referência aos trágicos relatos vindos da vila de Al Tremseh, próxima a Hama e sobre o uso de canhões, tanques e helicópteros por parte do Governo sírio. Lamento que Vossa Senhoria tenha baseado Vossa posição numa única e imprecisa fonte de informações. Continue lendo

A Síria é muito diferente dos outros países, diz embaixador sírio

A Primavera Árabe deveria ser chamada de "bagunça árabe", só representou instabilidade para a região e até agora não mostrou a que veio.

Bashar al Assad, há onze anos no poder na Síria, tendo herdado a cadeira da Presidência de seu pai, Hafez, que por quase trinta governou o país, não pode ser considerado um ditador –e sim um grande reformista.

Ao contrário do que diz a ONU, e apesar dos dez mil mortos em 15 meses, a Síria não vive uma guerra civil.

O pensamento de Mohammed Khadour, embaixador da Síria no Brasil, jornalista de formação, que nas últimas décadas ocupou cargos de chefia no ministério da informação e nos principais meios de comunicação do governo, sintetiza o ponto de vista do establishment de Damasco.

"Desde que não se critique o presidente, os interesses soberanos da nação e a liberdade religiosa, tudo é permitido na Síria", diz ele, em entrevista para a Folha.

Continue lendo

Rússia diz que forças externas afetam pacificação síria

A Rússia acusou na terça-feira forças externas não especificadas de tentarem solapar o plano de paz do enviado internacional à Síria, Kofi Annan, dizendo que o apoio a adversários do governo ameaça o frágil cessar-fogo em vigor.

O chanceler russo, Sergei Lavrov, insinuou que a oposição armada ao presidente Bashar al Assad é a principal responsável pela violência que perdura apesar da trégua declarada na quinta-feira.

Continue lendo

Nobel acusa Israel de ameaçar paz mundial; embaixada rebate

A embaixada israelense em Berlim e o Conselho Central dos Judeus na Alemanha protestaram contra um poema de Günter Grass, Prêmio Nobel de Literatura, publicado nesta quarta-feira em vários jornais europeus e que acusa Israel de pôr em perigo a segurança mundial com seu programa atômico e seu plano de atacar o Irã.

Continue lendo