Carrinho

Seu carrinho de compras está vazio
Visite a loja

Facebook

Pagamento

Posts

Lugares

Finlândia Terra do Fogo, Ushuaia

O maior turista do mundo

O maior turista do mundo

De JOSÉ CARLOS MONJARDIM

06/11/2003

Nos longos períodos de convivência com o jornalista Armando Costa Rocha, experimentado técnico e estudioso do turismo internacional, com reconhecida autoridade na área de campismo do primeiro mundo, acabamos fazendo uma descoberta surpreendente, pois os seus resultados podem colocar este viajado capixaba no Guiness Book, como o maior turista do mundo.

O fato surgiu durante os estudos que fazíamos, buscando transformar o Porto de Vitória, num porto especializado para o desembarque de caravans e motors-home, acobertado por uma legislação alfandegária séria e eficiente, eliminando-se o gargalo que impede que este tipo de turista-campista, que tem permanência média de 90 a 120 dias no país, possa ser feito dentro dos padrões europeus, respeitado o aspecto que credita a este segmento turístico uma expressiva participação na formação de renda.

Vitória, portanto, por estar no centro do país, acesso natural ao sul, ao norte e ao planalto central, com a apoio de uma legislação séria e eficiente, devidamente balizada pela receita federal, com posto de atendimento e liberação, pode e deve se transformar em porto de desembarque especializado do campismo internacional.

Sabe-se que, para citar apenas um exemplo, em Londres e em outros países europeus, um caravan ou motor-home não exige mais do que alguns 20 ou 30 minutos para serem liberados. No Brasil ocorre, via sua tradicional burocracia, que a liberação de veículo destes níveis exija entre 40 e 60 dias para ser liberado, o que invalida e torna angustiante uma possível permanência do campista no país. O importante é tentar modificar este comportamento e criar, efetivamente, condições para a conquista desta expressiva corrente, já enfastiada dos cenários europeus e sedenta, como eternos adoradores do sol e da natureza, por conhecer um país como o nosso.

Pedindo a compreensão do leitor pelo desvio involuntário do tema do artigo, diremos, apenas, que nós – eu e o Armando – levaremos às autoridades estaduais e federais ligadas ao turismo, um amplo projeto-justificativa sobre esta apaixonante e viável idéia. Voltemos ao motivo do artigo.

Durante os últimos 30 anos o jornalista capixaba, exclusivamente em atividade turística , percorreu 67 países, representados na estrutura de suas confiáveis anotações de viagem , 7.500 dias de deslocamentos e permanências que exigiram 43 viagens intercontinentais e a necessidade de mudar de país 485 vezes no curso desta invejável trajetória.

De 1969 a 2000, em mais de 30 anos de múltiplas experiências, convivências e estudos turísticos, o jornalista capixaba tem em seus apontamentos –curiosamente descobrimos – despesas no período que atingem entre 430 a 450 mil dólares.

Na rica planilha de suas lembranças, o Armando destaca, país por país, os dias de permanência, liderados por Portugal e Polônia. A relação é interessante: Portugal com 1.191 dias; Polônia – terra de sua esposa Renata, que fala vários idiomas, com 1.172 dias, A Grécia , com 698 dias; Itália, com 673 dias; Inglaterra, com 611 dias ; Filândia, com 402 dias; Alemanha, com 368 dias; Bulgária, com 302 dias e Espanha, com 194 dias, alem de outros países, totalizando 7.500 dias de viagens, sem exercer no período nenhuma atividade remunerada.

Descobrimos, ainda, no folhear dos diários de viagens deste irrequieto capixaba, a razão maior de sua renitente preferência pelo estudo do campismo de padrão europeu. Nos 30 anos de suas endiabradas e produtivas viagens, ele e sua esposa permaneceram 75% de seu tempo hospedados em campings, reservando 21% para a casa dos muitos amigos que fizeram e, apenas 5% de hospedagem em hotéis.

Mas, para fechar este levantamento que fizemos, é importante destacar dois fatos: na Síria o Armando foi preso sob a acusação de ser um espião da CIA e, em Portugal, também foi preso por acusação de ser espião da KGB, nas duas acusações foi totalmente inocentado.

O Guiness Book pode receber este capixaba como o maior turista do mundo.

eshoje@uol.com.br

2 respostas a O maior turista do mundo

  • augusto rocha ewald disse:

    É de fato o maior turista do mundo e quem sabe o unico com  a experiência do Sr. Armando Costa Rocha .Meus parabéns por ser O MAIOR TURISTA DO MUNDO deveria receber uma medalha, ou seja , diversas medalhas…..
     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *