Carrinho

Seu carrinho de compras está vazio
Visite a loja

Facebook

Pagamento

Posts

Lugares

Burgos, Espanha

Papa diz que progresso sem discernimento leva homem “ao abismo”

Bento 16 oficiou nesta quinta-feira na Basílica romana de São João de Latrão a missa da festividade do Corpus Christi, na qual disse que a "revolução cristã" é "a mais profunda" da história humana e que o progresso sem discernimento "leva o homem ao abismo".

O papa, em uma homilia na qual perante milhares de fiéis explicou o significado desta solenidade, afirmou que a Eucaristia é o "sacramento de Deus, que não abandona o homem no caminho, mas fica a seu lado e lhe indica a direção".

"Não basta ir em frente, é necessário ver para onde se vai. Não basta o progresso se não existem pontos de referência. Se se corre fora da estrada, pode-se cair em um precipício ou afastar-se mais rapidamente da meta. Deus nos criou livres, mas não nos deixou sós", afirmou.

O pontífice acrescentou que Deus acompanha sempre o homem "para que nossa liberdade tenha critério para discernir o caminho justo e percorrê-lo".

O Papa lembrou as palavras do apóstolo Paulo: "Não há judeus nem gregos, nem escravos nem livres, nem homens nem mulheres, já que todos são um em Cristo", após o que acrescentou que nessas palavras "sente-se a verdade e a força da revolução cristã, a revolução mais profunda da história humana".

"Os cristãos se ajoelham perante Cristo, que não nos julga e não nos diminui, mas nos liberta e nos transforma", afirmou Bento 16.

Fonte: Efe, em Roma – 22/05/2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *